16 Cenas – O Pugilista do Rap

Por Cau Fontes 0

Contundência, audácia, dose dupla de criticismo, composições laboriosas e habilidades líricas são as qualidades que distinguem o estudante de sociologia e rapper moçambicano Luís Alves Momad, conhecido nos arcos do hip-hop como 16 Cenas, vencedor da primeira edição do Rapódromo. Actualmente, entrou para as Forcas Armadas de Moçambique (FADM’s)

Mesmo tendo iniciado a sua carreira artística em 2007, o seu reconhecimento como rapper começa a se fazer sentir nos finais de 2014, quando participa da maior batalha de hip-hop, organizada pelo rapper e locutor de rádio, Duas Caras, que foi realizada no Café Bar Gil Vicente. Antes de começar a aparecer nos meios de comunicação social, Mr. Barras já escrevia para rappers de renome de que o nosso país dispõe.

Naquela “battle” 16 Cenas esteve a concorrer com o rapper Nikotina, que afirmara categoricamente no programa Alta Tensão, ser o rei do “freestyle” em Moçambique, esta afirmação inquietou a muitos rappers, em especial ao 16 Cenas, que de imediato prontificou-se a mostrar aos moçambicanos que aquele rótulo não passava de mero amor platónico por parte do Nikotina.

Considero-me o maior Battle Mc porque desde que iniciei ainda não fui derrotado e mais, estou sempre aberto para batalhas. Ser um Battle Mc é ser contundente.

Em 2015 o rapper, lançou a sua primeira mixtape intitulada Bater Pra Doer, com 10 faixas, dentre elas, Nigga Mau, Socorro, Jogo de Palavras e Skit, que foi recebida positivamente não só pelos que já vinham consumindo líricas ao seu sabor, mas também por quem o ouvia pela primeira vez. 16 Cenas nega ter construído a sua carreira por beefs.

Se dispensarem mais atenção a minha mixtape, vão perceber que da primeira à última faixa não há nenhum beef.

Envia as tuas sugestões, reclamações e outras informações para redacao@xigubo.com